Instituto Açoriano de Cultura
Página inicial | Associe-se | Contactos | Mapa do site
Eventos de 2004
Projectos Agenda Livraria virtual o IAC
 
 
Perspectivas Contemporâneas para uma Paisagem Cultural
Contemporary Views of a Cultural Landscape
 

O IAC-Instituto Açoriano de Cultura e a Universidade Autónoma de Lisboa – Departamento de Arquitectura realizaram um Seminário Internacional de Arquitectura nos Açores sobre o tema Perspectivas Contemporâneas para uma Paisagem Cultural / Contemporary Views of a Cultural Landscape que teve lugar na Ilha do Pico. Este seminário – que contou com o especial apoio da Secretaria Regional do Ambiente – adquire agora maior importância pelo facto de a UNESCO ter inscrito este território na Lista do Património da Humanidade.

O seminário, que decorreu de 22 de Julho a 1 de Agosto, na vila da Madalena (Escola Cardeal Costa Nunes), destinou-se a 50 alunos e contou com a participação de oito reputados professores de arquitectura nacionais e estrangeiros (Arqª Anne Lacaton, Jean Philippe Vassal, José Adrião, Flávio Barbini, Manuel e Francisco Aires Mateus, Manuel Graça Dias e Eduardo Souto de Moura).

A Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico – constituída por uma vasta malha de currais rectangulares e circulares construídos pelo homem, destinados à plantação de vinha e de figueira, respectivamente – foi o território base para o desenvolvimento dos trabalhos deste seminário. Exceptuando os aglomerados de edificado existentes e alguns "objectos" singulares, esta paisagem é sobretudo uma paisagem rural/natural. Para compreendê-la é necessário abordar alguns temas que proporcionam instrumentos de trabalho diferentes dos habituais como a Geologia, a Vulcanologia, a História, a Biologia, a Vitivinicultura, etc. Neste contexto, surgem questões prementes à preservação, valorização e revitalização desta paisagem, nomeadamente como pode uma Paisagem Cultural desenvolver-se sem perder as características que a tornam singular e única? Como podem ser relacionados os vários elementos que constituem esta paisagem (aglomerados edificados, solares, ruínas, canadas, maroiços, poços de maré, currais, espaços públicos, portos e embarcadouros, piscinas naturais, etc.)? Como deve ser desenhado um novo mapa de vivências e de acontecimentos nesta paisagem? como deve ser reinterpretada e reutilizada a malha de currais de vinha e de figueira que desenha toda a paisagem? Como pode ser explorada e descodificada a noção abstracta de limite entre a Ilha do Pico e a Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico? e a uma escala mais cirúrgica, como podem coexistir nela elementos estranhos esta paisagem?

Todas estas questões foram, de resto, pontos de partida para os temas que serão abordados neste V Seminário Internacional, para o qual, para além da Secretaria Regional do Ambiente, as três câmaras municipais da ilha, a Escola Cardeal Costa Nunes, a Escola Profissional do Pico, a Casa do Povo da Criação Velha, entre outras instituições, estiveram empenhadas na sua realização.

De resto, a reputação do Departamento de Arquitectura da Universidade Autónoma de Lisboa constituiu motivo suficiente para a construção desta parceria por parte do IAC-Instituto Açoriano de Cultura e para a criação das melhores expectativas com a realização deste Seminário. Esta reconhecida reputação do Departamento de Arquitectura da Universidade Autónoma de Lisboa advém-lhe, antes de mais, de um curso de licenciatura em Arquitectura que, aprovada em 1997, se iniciou em 1998 e foi em 2000 reconhecida pela Ordem dos Arquitectos, estando actualmente em processo de acreditação, como a lei prevê, ao atingir o seu último ano de formação, o 6º ano, em 2003. É, de resto, reconhecida como uma das licenciaturas em Arquitectura com mais qualidade no panorama do ensino da Arquitectura em Portugal. É dirigida por Manuel Graça Dias, contando com professores como José Luís Carrilho da Graça, Inês Lobo, Manuel e Francisco Aires Mateus, Nuno Mateus, Flávio Barbini e Diogo Seixas Lopes na área do projecto, e com Lagoa Henriques, Carlos Nogueira, Ana Vaz Milheiro, João Pinharanda, João Santa Rita, entre muitos, em outras áreas de formação.

Porém, a realização anual, desde 2000, de um Seminário Internacional de Arquitectura tem também assegurado ao Departamento de Arquitectura da Universidade Autónoma de Lisboa uma projecção de reconhecido alcance. Com o apoio do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa, já foram realizados quartos seminários, sob a forma de cursos de verão, abertos a alunos finalistas e arquitectos de outros países, onde foram abordados temas de interesse e utilidade para a autarquia lisboeta. Da abordagem destes temas resultaram análises, propostas e planos para as áreas do Campo de Santana, Baixa Pombalina e Margens de Lisboa, Aterro de Boavista e faixa Beato/Poço do Bispo, concebidos sob a orientação de autores e arquitectos de renome nacional e internacional, conforme documentam as actas entretanto publicadas.

É neste quadro que o IAC-Instituto Açoriano de Cultura se associa à Universidade Autónoma de Lisboa – Departamento de Arquitectura para a realização do V Seminário na Internacional de Arquitectura nos Açores, sobre o tema Perspectivas Contemporâneas para uma Paisagem Cultural / Contemporary Views of a Cultural Landscape.

2004-07-12
O Presidente da Direcção do IAC
Jorge Augusto Paulus Bruno

Eventos a decorrer
Eventos previstos
Eventos passados
Última actualização em 2004-11-25