Instituto Açoriano de Cultura Página inicial | Arquivo de Newsletters | Associe-se | Contactos | Mapa do site
Newsletter
 
 

N.º 14  28/03/2006

Atlântida - Revista de Cultura – 2005
Apresentação em formato digital e em papel

Ao assinalar a passagem dos 50 anos sobre a sua fundação, o IAC-Instituto Açoriano de Cultura dá início à edição digital da Atlântida - Revista de Cultura.

Assim, o nº 50 desta revista tem uma edição no formato habitual, em papel, a par de uma outra, digital, em suporte CD-ROM.

Esta revista está organizada tematicamente, abrindo com um conjunto de 12 textos da autoria de José Manuel Fernandes, intitulado “Ilhas: Cidades, Arquitecturas e Patrimónios”, do qual foi feita uma separata. Segue-se a sessão de “Estudos e Criação Artística”, na qual se podem salientar o artigo de António Neves Leal “Arte, sagrado e felicidade”; a seguir consta a secção de “Estudos e Criação Literária”, onde se insere o texto de Alexandre Borges “O Mundo Infectado de Alma. Uma leitura de “Hora Absurda”, de Fernando Pessoa”; depois a secção de “Ciências Humanas”, com textos de Segismundo Pinto e Manuel Lamas “Quatro povoadores açorianos. Muitas perguntas e poucas respostas”, Lúcia de Lurdes Oliveira Tavares Santos “José de Sousa Nunes: o Homem, a Família e a Distribuição de Bens (1737-1795)”, Paulo Silveira e Sousa “Subsídios para a História da Moeda Insulana e das crises monetárias nos Açores durante a segunda metade do século XIX”, José Mendonça Brasil e Ávila “Notas sobre um contrato de empreitada no Topo há cem anos”, entre outros; por último, encontra-se a secção “Outros Saberes” com textos sobre “Espaço e Tempo: primórdios da relatividade de A. Eisntein”, de Ramiro Délio Borges de Meneses, sobre as “Tempestades no Saara e poeiras nos Atlântico. Causas e consequências”, de Feliz Rodrigues, etc.

Com um total de 35 entradas distribuídas ao longo de 324 páginas, esta revista contou com apoios das direcções regionais da Cultura, das Comunidades e do Ambiente e da empresa SAAGA e com o financiamento do PAAD (INTERREG III-B).

No CD-ROM, para além destes conteúdos, são ainda incluídos os fascículos correspondentes ao seu primeiro ano de publicação (Agosto de 1956 a Julho de 1957), os quais há muito se encontravam esgotados.

Esta edição em formato digital da Atlântida - Revista de Cultura – 2005 representa um pioneirismo não só ao nível regional (onde é a primeira revista em formato digital) mas também a nível nacional. Entre as vantagens e facilidades oferecidas por este formato digital pode referir-se a pesquisa livre ao longo de todo o texto, o que só por si constitui um precioso instrumento de trabalho para os investigadores.

A partir desta edição, todas os próximos números da revista terão, a par da edição corrente, em papel, uma outra em formato digital.